SIM! Acredite se quiser, durante a década de 60 e 70 o desenvolvimento da tração dianteira aguçou o espírito criativo dos fabricantes, dando início a uma série de experimentos para viabilizar uma ideia inédita em veículos de passeio. Por volta dos anos 80: a tração integral 4×4, era muito pesada e complexa, justamente por esse motivo ela era restrita a veículos de grande porte e militares. No Brasil, a pioneira foi a Ford, que em 1984 lançou a Pampa 4×4. No fim do ano, ela estendeu a opção à Belina, que compartilhava a mesma estrutura, logo nascia nossa primeira (e única) perua de tração integral.belina-4x4Seu público-alvo eram fazendeiros e habitantes de zonas rurais, que buscavam um veículo mais prático, confortável e versátil que as picapes e jipes da época. Testada em fevereiro de 1985, mostrou-se um veículo valente, que não temia lama e aguaceiros.Belina4x4A tração era simples: no lugar das engrenagens da quinta marcha havia uma caixa de transferência que acionava a tração traseira. Para isso, bastava puxar a alavanca ao lado do câmbio. No asfalto, ela permanecia desligada: a traseira tinha rodas livres automáticas, já que o arrasto dos semieixos e do cardã não só causava o desgaste do sistema como aumentava o consumo.Belina4x4-Infelizmente a Belina 4×4 apresentou diversos problemas no seu sistema de diferencial traseiros, vale dizer que suas limitações estavam previstas no manual do proprietário: deveria rodar só em pisos de baixa aderência, em linha reta e nunca acima dos 60 km/h.Belina4x4--Em vista dos problemas a Ford tirou a Belina 4×4 de linha em 1987, apenas dois anos depois de seu lançamento. Tanto a Pampa quanto a Belina são raras, mas nos dois anos de vendas, a perua não chegou às 600 unidades vendidas. Por isso hoje é relativamente fácil encontrar uma Pampa 4×4, mas não uma Belina 4×4.Belina4x4---Belina4x4----Fonte: http://quatrorodas.abril.com.br/galerias/ford/ford-belina-4×4-749760.shtml

Apaixonados por carros de todos os tipos em geral, amante da cultura automotiva!