Patetas Blog

Cultura Automotiva, Estilo de Vida e Opinião

Category: Mercado

Fiat a INOVADORA

A Montadora FIAT, sempre foi uma marca com visão, sempre ligada às tendências do mercado e sempre disposta inovar, esta inovações foram tantas que decidimos fazer um poste especialmente sobre o assunto.

1923 – Logo após o fim da Primeira Guerra Mundial, a FIAT retomou a fabricação de automóveism detendo 80% do mercado interno. Com a chegada do Engenheiro Giacomo Matté-Trucco o proejto de uma nova fábrica que se tornaria o símbolo da indústria italiana e a maiór fabrica de automóveis do mundo.Fiat_Lingotto_veduta-1928-640x360-620x348A obra ficou pronto em 1923 e tinha cinco andares e nada mais nada menos que uma pista de testes em seu teto. Se isso parece ser inacreditável hoje, imagine para época. A pista ocupava o espaço de 494 metros de comprimento e 85 metros de largura. As curvas da pista foram construídas com uma complexa série de estruturas de concreto, uma técnica nunca antes utilizada e muito menso para construção de uma pista no sexta andar de um prédio. Na verdade a pista fazia parte da última etapa da linha de montagem da montadora, que tinha toda sua linha de produção em uma espiral ascendente até chegar ao topo.pista1978 – lançamento da Fiat 147 Pick Up no Salão do Automóvel;

pick up 1471979 – Primeiro carro movido a álcool, o Fiat 147;0,,21391354-EX,001990 – O Uno Mille se ternava o primeiro carro com motor 1.0 Litros;uno-mille-linha1994 – Também o Uno se tornou o primeiro veículo nacional Turbo de fábrica;uno-turbo-51996 – Fiat Tipo foi o primeiro carro com Airbag no Brasil;fiat-tipo-linha1999 – A Fiat Pálio Adventure, foi o primeiro carro com o visual “Off-Road” ou “Fora da Estrada”;

2001 – Fiat Doblò se tornou a única multivan nacional.;

2006 – Lançamento do Fiat Stilo com teto solar de design único, chamado de Sky Window, que fez muito marmanjo ficar de boca aberta e juntar todas suas economias para possuí-lo.fiat_2004-Stilo_M.Y._1.9_Multijet_5door-044_2stilo+2003+sky+window+c+kit+2010+e+gnv+resende+rj+brasil__678C87_2Dias atuais: A pista de testes da FIAT, citada no começo desta matéria, ainda permanece intacta e é utilizada principalmente como local de reunião de empresas, clubes de automóveis, além de atração turística. Você pode alugar um carro e subir os seis andares e dar uma volta pelas retas da pista. Simplesmente incrível não é?! é bom saber que a história automotiva esta sendo bem cuidada.

VOYAGE SPORT

Simplesmente um clássico Brasileiro, o Volkswagen Voyage Sport foi e ainda é objeto de desejo de muitas pessoas, pensando nós da Equipe Patetas resolvemos contar um pouco mais da história deste “ícone” na história automotiva nacional.93sport2013-08-22_Voyage_Sport8Lançado em 1993 o Voyage Sport 1.8s veio para ser um grande sucesso de vendas daquele ano. Fabricado e comercializado apenas nos anos de 1993 e 1994 o esportivo deixou saudades. Potente, porém ao mesmo tempo suave e confortável o modelo fez sucesso entre a “garotada” da época e não deixava a desejar tanto na cidade como na estrada. Incialmente o modelo for produzido em apenas 02 (duas) cores, sendo elas “Preto Universal” e “Prata Lunar” e posteriormente com tonalidade cinza. O Forte apelativo esportivo certamente são um dos principais “ingredientes” para seu sucesso.

639_grandebrasil_abreDSC_9070-2Itens de Fábrica: Faróis de Neblina, Lanternas fumê, belos bancos Recaros com estampa xadrez e encosto de cabeça vazado, manopla igual do Gol GTI, vidros verdes e elétricos, traves elétricas, retrovisores elétricos, para-brisas degradê, desambaçador traseiro, vidros traseiros basculantes, assim como muitos outros detalhes internos, fecham o visual com as cobiçadíssimas rodas BBS aro 14”, e é claro tudo isso com o coração “Motor AP 1800S”. Tudo isso só comprova que a Volkswagen não poupou esforços e caprichos neste carrinho.Volkswagen-Voyage-LLSPlusGLSSSportSuper-L-Ang-Alcohol-20140716131909Somente no segundo de sua produção a Volkswagen disponibilizou a Direção Hidráulica para o modelo.

A lista de detalhes é grande, ainda engloba Toca-Fitas, porta fitas no console, para chores e retrovisores pintados na cor do carro, borrachões laterais largos e com o logotipo do modelo e brake-ligth (Ufaa! Acho que não esquecemos de nada).93sport2Calma galera, é claro que vamos falar da parte mecânica. O motor Volkswagen de Alta Performance (popularmente conhecido como “Motor AP”) era 1800s de 105cv e atingia velocidade máxima de 171 Km/h e fazia de 0-100 Km/h em 10,2 segundos.DSC_8955-5

Fotos: http://www.dkc.com.br e http://garagem150.com

Salão Internacional do Automóvel 2014

Se você não foi, ainda dá tempo: a edição deste ano do Salão do Automóvel vai até o dia 9 de novembro – também conhecido como este final de semana.

Este ano, o evento está melhor organizado, mas o grande avanço foi a interatividade das marcas com o público — cada um dos estandes tentou cativar o visitante com atividades e brindes, para que se passe mais tempo na sua área. Ponto pras grandes marcas no mercado brasileiro que fizeram isso muito bem.

Alguns dos destaques do Salão 2014 são a Ford com novos Ka, Ka+, Edge, Mustang e inclusive com um exemplar antigo do Mustang, que está completando 50 anos:

image

A Honda, que além do novo Civic SI agora na versão coupé, e do HR-V (a.k.a. Vezel), trouxe um conceito do saudoso NSX:

image

Mesmo nos estandes que não são de montadoras, é possível encontrar Ferraris, Hot e Rat Rods, um Batmóvel, e até um DeLorean no melhor estilo Back to the Future:

image

Na área externa do Salão, há test drives para fazer. A dica é visitar o salão antes, ver qual test drive quer realizar, e se informar na marca como fazer. Não perca o test drive da Jeep, feita num campo para demonstrar a capacidade offroad dos carros, guiado por um piloto, sempre em reduzida — tem até uma rampa com 35° de inclinação:

image

Se você já foi nas edições anteriores, já sabe e, se nunca foi, se prepare para andar bastante e principalmente aguentar a superlotação — a não ser que você queira ver o Toyota Etios, era o único do evento que estava vazio:

image

No estande da Toyota, estavam todos vendo o conceito FT-1, materializado do Gran Turismo. Marcas como Renault, BMW, Audi, Fiat, Citroën, Peugeot, Mini e diversas outras marcaram presença com lançamentos e carros conceito — dá até pra esquecer a ausência da Lamborghini e Ferrari… Ahn, você ficou sabendo que este Salão do Automóvel teve até manifestação?

Interessou? Os ingressos podem ser adquiridos pela internet na Tickets For Fun, nos postos autorizados (normalmente nas livrarias Saraiva) ou, como de costume, diretamente no local. Não recomendamos comprar de cambistas que abordam no estacionamento. E por falar em estacionamento, o oficial do evento cobra salgados 40 reais — junte uma galera para rachar o valor, ou utilize o transporte gratuito oferecido pelo evento a partir da estação Tietê da linha azul do metrô.

Se você já foi, ou pretende visitar neste último final de semana, comenta com a gente e compartilhe suas fotos!

Novo Ford Ka… E o que você ganha com isso?

O novo Ford Ka acabou de sair do forno, e não vou aqui fazer uma avaliação sobre ele – para isso, diversos sites, revistas e fóruns já começaram a fazer, e em breve teremos uma infinidade de comparativos.

image

Novo Ka, agora com inspiração (bem de longe) com a frente de Aston Martin

Minha proposta aqui é diferente e, quem sabe, um pouco mais complexa que isso: o que você, comprador, ganha com isso?

Mas antes, vou jogar aqui alguns números do mercado automotivo atual:
• Mais de 50 lançamentos esperados para 2014.
• Desses, 24 foram lançados no primeiro semestre.
• 2013 foi um pouco mais aquecido, e tivemos mais de 60 carros lançados, entre novos e face-lifts.
• Apesar da queda de 7,3% em relação ao mesmo período de 2013, até junho de 2014 tivemos 1.582.634 veículos leves emplacados, segundo a Fenabrave.

1.582.634. Um milhão, quinhentos e oitenta e dois mil, seiscentos e trinta e quatro… Nota mental: É muito carro, e mesmo com todo mundo reclamando dos preços abusivos, mas isso é assunto pra depois.

O que eu quero expor aqui é que nosso mercado automotivo, mesmo que aos trancos, está aquecido. Temos em média mais de quatro lançamentos por mês. Temos marcas que nunca nem pensaríamos em ter por aqui – de chinesas desconhecidas à preparadoras como a Brabus.

image

Brabus, deixando as Mecas menos sem graça desde 1977.

Isso resulta em uma coisa muito benéfica para qualquer livre comércio: concorrência. A concorrência é o que faz uma empresa precisar vender mais que a outra. Para isso ela precisa provar que o produto dela é melhor. Pra ter produto melhor e vender mais, ele tem que ser mais barato. Para ser mais barato e ainda assim atrativo, tem que ter diferenciais. Para manter o preço mesmo adicionando diferenciais, precisa-se otimizar a produção, com ganhos de escala.

O catalisador deixou de ser algo de luxo há quase 30 anos. Direção hidráulica já é coisa do passado, e hoje falamos de direção elétrica. O próprio cinto de segurança já foi opcional. Air-bag e ABS hoje são obrigatórios. Injeção eletrônica até a nossa saudosa Kombi adotou.

O Novo Ka já sai com todos esses itens de fábrica e, em algumas versões, tem o tão alardeado controle eletrônico de estabilidade – inédito até então nesta categoria de entrada, e restrito a categorias de luxo, de imagem, e em esportivos. O assistente de partida em rampa – aquela ajudinha eletrônica de 2 ou 3 segundos pro seu carro não voltar num aclive – também é algo que só se via em carros de categorias superiores, e já faz parte do pacote do New Fiesta e Fiat 500, mesmo em versões com câmbio manual.

Respondendo a pergunta inicial deste post “Quem ganha com tudo isso?” é você. Você não está pagando a mais por isso (estamos pagando caro, mas não pelos itens adicionados). O Novo Ka, que estará a venda oficialmente em setembro deste ano, possui coisas que não estavam disponíveis nem em carros de luxo de meados da década de 90 – pode procurar uma lista de equipamentos disponíveis num Vectra ou no Marea daquela época. A lista era ainda muito menos extensa no próprio Ka quando foi lançado no Brasil. O Ka naquela época variava de 12 mil a 25 mil reais, o que em dinheiro de hoje representa de 27 mil a 52 mil reais. Valores muito próximos do Novo Ka, só que com todos os equipamentos citados acima mesmo na versão de entrada, e que não estavam todos disponíveis nem na versão top do passado.

O consumidor só tem a ganhar com essa concorrência. E muito em breve, com o dinamismo e evolução do mercado de hoje, veremos outros equipamentos de luxo sendo popularizados – os câmbios automáticos até em carros 1.0 estão aí pra não deixar mentir… E aí, alguma aposta de quais equipamentos veremos nos nossos populares dentro dos próximos dez anos?

Golf R 400 HP


Todo ano a WV lança um conceito maluco de versões de Golf, já tivemos o Golf GTI W12, que era um quebra-cabeças maluco de peças, com motor de Bentley, suspensão de Lamborghini, além de outros pedaços de Audi…

Depois vieram os conceitos GTI, que basicamente eram Audis R8 em pele de cordeiro, mas nunca nada viável para produção em serie.

No salão de Beijing está sendo apresentado o Golf R 400, quando a VW anunciou o conceito, seu desenho parecia meio furado, rodas extremamente grandes e detalhes em verde “caneta piloto”, para-choques grandes, pareciam um cartoon.

E então a VW apresentou este cara:

32

Um carro altamente “produzível” em linha, tirando este para-choques com fibra de carbono, carro com peças da geração atual, grandes, retrovisores, mais parece um Golf Gti “Padrão” customizado, motor cavalar e um “tapa” no visual.

sfxu3eadfsn9dn7iluyq

Visual bem sóbrio, mas esportivo, um interior mais agressivo, bancos no estilo concha, mas feitos de materiais comuns, nada de Alcantara e Fibra de carbono para inviabilizar o projeto em caso de produção em linha.

Ok, o carro não é tão básico assim, tela de 7”, bancos contam com aquecimento, volante esportivo, e os detalhes internos acompanham dos frisos esternos e pinças de freio.

f7rttsocu21ua5kr1tosux a2uzmz7ygbaizsasm454nb1

Praticamente um sonho para qualquer amante de carros, e para fechar com chave de ouro, repare no cambio manual, mas sem pedal de embreagem… What? Este carro utiliza tecnologia mista, cambio manual com embreagem dupla automatizada.

Não bastasse este cambio, ainda temos o motor TSI 2.0 de singelos 400 cavalos! Não é so isso, o carro tem tração integral, diferencial eletrônico com auto-blocante e controle de estabilidade (pra que?)

Um carro com este visual, nível de acabamento e potencia, seria um serio concorrente para um Audi RS3… essa é a idéia, com estes carrros usam mesma plataforma, praticamente a mesma mecânica, esta é uma forma de viabilizar a produção deste protótipo.

Por mais que um carro desses nunca entre em linha no Brasil, existindo na Europa, imagine a quantidade de projetos malucos que poderiam surgir aqui?

txixi4bncrikwusanp9fkk sfxu3eadfsn9dn7iluyq

© 2017 Patetas Blog

Theme by Anders NorenUp ↑