Patetas Blog

Cultura Automotiva, Estilo de Vida e Opinião

Tag: aspirado

Adeus Carburador

Relembrar é viver! Apresentado no Salão do Automóvel de São Paulo, o Gol GTi foi o primeiro carro nacional com injeção eletrônica.376596_471487542875284_965876648_n (1)#CURIOSIDADE: Existe uma grande briga entre a Volkswagen e a Fiat sobre esse titulo “primeiro injetado nacional”, pois na mesma época foi lançado o Uno Mille que também possuía um sistema de injeção eletrônica.

5O Gol GTi era equipado com um Sistema de Injeção Bosch LE-Jetronic, e se tornou um modelo bastante cobiçado aqui no Brasil, torando-se um dos carro mais desejados da época, principalmente na cor azul Mônaco. Para falar a verdade! Um bom amante VW certamente ainda tem o sonho de possuir este belíssimo exemplar. O Modelo era diferenciado externamente por possuir para-choques e molduras laterais prateadas, aerofólio traseiro, lanternas fumê e o Conjunto de iluminação que seguia o mesmo estilo do seu irmão mais velho o Gol GTS com faróis de Neblina e Milha.Seu desempenho era impressionante e bem superior aos demais esportivos. Além do poderoso motor, a Volkswagen não descuidou da segurança ativa e colocou freios dianteiros a disco ventilado.

3Ficha Técnica do Modelo 1989: Motor: AP-2000i / 2.0 Litros, 4 cilindros em linha, 8 válvulas (2 por cilindro), injeção multiponto, gasolina. Cilindrada: 1.984 cm³ / Potencia: 125CV a 5600 RPM;

GOL WIRE TUCK

Vocês sabem oque é Wire Tuck?! Nós da Equipe Patetas preparamos uma reportagem especial sobre ele, para explicar exatamente oque significa e ajudar a divulgar este “estilo” que ainda é muito pouco conhecido no Brasil.


Como exemplo do WIRE TUCK escolhemos nosso tão conhecido “GOL QUADRADO”, então vamos lá: Este estilo consiste nada mais, nada menos do que deixar o cofre do motor limpo, extremamente limpo deixando apenas o motor no cofre, eliminando e escondendo o máximo de cabos, fios, mangueiras e componentes possíveis. Como podemos ver na foto abaixo praticamente no cofre do carro só fica o motor e uma ou outra peça.

1150419_742363799120989_98721181_nPara que isso aconteça, algumas peças têm de sair do cofre, a primeira “peça” que notamos que foi retirada, foi o conjunto do filtro de ar e a bateria. A bateria é colocada no interior do carro assim como parte de sua fiação. O radiador foi substituído por um mais antigo, que não necessita de reservatório de água (eliminando logo de cara além do próprio reservatório, algumas mangueiras do sistema de arrefecimento), além da troca deste radiador o mesmo foi colocado mais próximo da grade frontal do carro e a ventoinha originalmente posicionada atrás do radiador foi colocada na parte frontal (ganhando assim, bastante espaço). Toda a parte de fiação do sistema de iluminação (farol, seta e etc) são passadas por dentro dos para-lamas de modo que fiquem escondidos (Para ajudar a esconder estes cabos também foram utilizados eletro-dutos, camuflando ainda mais a pouca fiação aparente).comparaçãoNeste Projeto o sistema de limpadores do para-brisa e seu reservatório de água foram descartados assim como suporte da bateria e parte da parede corta fogo, para aumentar o espaço físico do motor e dar uma impressão ainda mais ampla e limpa do cofre.wire-tuck-gol-quadrado (1)O sistema de freio também foi modificado, colocando o cilindro mestre no interior do veiculo, utilizando um reservatório de fluído de freio menor e mangueiras do tipo aeroquip, para ocupar o mínimo de espaço possível. Nas fotos ainda podemos ver que a Bobina de ignição também foi retirada do lugar original, ela ficou escondida próxima ao agregado do carro. Observe também que o alternador da bateria não esta no lugar de costume, ele foi trazido para baixo para ficar o mínimo exposto possível.971859_746120005412035_1716876825_nPara ajudar no visual diversas peças foram pintadas de preto tais como: agregado, barras de direção, alternador, bloco do motor e etc., assim elas desaparecem aos olhares desatentos.527111_746120008745368_854499329_nComo pudemos ver acima, esta não é uma modificação fácil, além de ser muito trabalhosa exige excluir algumas funcionalidades do carro, novas aberturas na carroceria, muita atitude e disposição além de tempo disponível rss… Este projeto mesmo demorou alguns anos para chegar neste ponto e passou por diversos estágios. Vejam o vídeo abaixo e confiram a “transformação” passo-a-passo.

Espero que tenham gostado e sinceramente que essa moda pegue aqui no Brasil.

JDM – Style car

Voce com certeza já deve ter ouvido falar em JDM Style, mas você sabe o que isso significa? Ou o que realmente consiste este estilo? Nós da Equipe Patetas, pesquisamos e reunimos mais algumas informações sobre este “estilo de customização” de origem asiática, o estilo JDM (Japan Domestic Market), que significa carro do mercado doméstico japonês, é facilmente encontrado nas ruas e pistas do mundo inteiro e inclusive no nosso dia-a-dia, e é claro conquista seguidores no mundo inteiro.JDM1 Os adeptos deste estilo, normalmente jovens que estão ainda em seu primeiro carro, e como já é de costume (nós sempre queremos dar um pouco de personalidade para a nossa caranga, aquele toque pessoal), mas estes diferente da maioria do estilo de conhecemos, estes preferem investir pouco no visual, mas com um alto investimento no motor e performance do carro. Isso não significar que não há modificação externa, ela existe sim, mas preserva e respeita as linhas originais do carro, mas a graça mesmo é melhorar o desempenho do carro.DSC_1000_Its_JDM_Yo_one_year_anniversary_meet_2011 Como o próprio nome já diz “JDM”  os integrantes deste “grupo” são bem limitados, como os Honda Civic, Acura NSX, Nissan Sky Line, Toyota, Suabaru Impresa, Mitsubishi Lancer (Evo) que são bem conhecidos. Outros pontos bem marcantes na aparência externa destes carros são as lanternas com pisca dianteiros na cor âmbar (laranja), milhas amarelo, rodas cromadas ou personalizadas de outras cores chamativas e que variam de 13 a 17 polegadas (uma vez que a intenção inicial é melhorar a performance do carro (se utilizar rodas maiores o desempenho fica bastante prejudicado), o capô em fibra de carbono ou outra cor diferente do restante do carro, e até a utilização de discretos body-kits.Stance-Nation-Japan-21-1200x800 honda-civic-chin-spoiler-jdm-fogs-shocker-roof-rackA alma deste estilo está sob capô, o motor é trabalhado de todas as forma possíveis, cabeçote, pistões, bielas forjadas, comando de válvulas, coletores de admissão e exaustão, bicos auxiliares ou de maior vazão, re-mapeamento do sistema de injeção, disco de freios melhores, amortecedores menores mais duros, 101conjunto de suspensão aliviado e rodas de liga leve. Porque o importante é acelerar, deixando a estética em segundo! Ainda para melhorar a performance são utilizados outros recursos como barras estabilizadoras, bancos esportivos, instrumentação e volantes especiais. A busca de um carro de alta performance, img_4397leva os proprietários investirem na segurança do carro e deles próprios, são instalados barras anti-torção superiores e inferiores na dianteira e traseiras, bancos concha, e em casos mais extremos “Santo Antônio”. Após gasto nosso suado dinheiro com tudo isso normalmente sobra pouco dinheiro para o som, mas isso não é problema, pois com certeza um poderoso JDM já faz uma bela melodia para nossos ouvidos apenas em acelerar ou reduzir as marchas.935273_379159265535328_854724662_n Agora que você conhece um pouco mais deste estilo você certamente vai reconhecer diversos carros aqui no Brasil com este estilo de customização. Aqui no Brasil ainda é raro de ver um legitimo JDM pois, como tudo nesse país, as peças são muitos caras tornando o investimento muito alto, uma vez que a grande maioria de suas peças serem especificas e importadas e com poucas mecânicas especializadas.jdm cars E aí, se identificou com este estilo?!

QUADRI-TURBO

Owen Developments Presse Office & Events.548610_499435226747182_988346726_n Esta é a primeira instalação de turbocompressor conhecido “QUAD” sempre a ser construído para um motor de quatro cilindros como um projecto de investigação e desenvolvimento por Owen Developments.

O projeto foi desenvolvido para avaliar quão pequeno o um turbocompressor pode ser utilizado, a qual pressão o mesma pode atingir, podendo assim utilizar o impulso adicional para cada um dos quatro cilindros.

Este projeto ilustra as capacidades de design e fabricação de’ Owen” e a constante evolução neste campo altamente especializado, e serve como um bom exemplo de onde futuros motores de alta performance pode finalmente acabar.

© 2017 Patetas Blog

Theme by Anders NorenUp ↑