Patetas Blog

Cultura Automotiva, Estilo de Vida e Opinião

Tag: cibie

Fiat 147 Spazio

O nosso conhecido Fiat 147, foi o primeiro carro produzido pela Fiat do Brasil que abria sua fábrica em Betim (MG), o 147 trazia novo conceito em tecnologia, aproveitamento de espaço e em tempos de crise do petróleo atendia um mercado que exigia um carro econômico, e para provar esse aspecto num de seus comerciais de lançamento, a Fiat exibiu um 147 L atravessando a ponte Rio-Niterói (14 km) com apenas 1l de gasolina. 563437_550100055014032_1449125707_nFoi oferecido primeiramente na versão L e GL de motor 1050 e 55cv, posteriormente ganhou versões mais requintadas com motor 1300 61cv; A GlS e o esportivo “Rallye”, houve também uma série especial chamada “TOP”.
Em seus quinze anos de produção o Fiat 147 passou por duas reestilizações, sem grandes mudanças na carroceria. Na primeira reestilização ganhou uma frente mais baixa com faróis e grade inclinados, no estilo que a marca chamou “Europa” em 1980 e, mais tarde, em 1983, a segunda que foi chamada Spazio, incorporando para-choques de plástico envolventes no estilo alusivo a modelos contemporâneos da marca como o Fiat Ritmo e o lançamento do ano seguinte Fiat Uno. O Spazio foi oferecido nas versões CL, CLS e o esportivo TR substituindo o “147 Rallye”, tinha câmbio opcional de 5 marchas.

Carro de Saulo Braga: mais fotos em: https://www.facebook.com/meus.fiats.7

Carro de Saulo Braga: mais fotos em: https://www.facebook.com/meus.fiats.7

Teve uma versão picape lançada em 1978, a princípio chamada de Fiat 147 Pick-up. Em 1982, ganhou plataforma igual a da Panorama e passou a se chamar Fiat Fiorino. Na mesma época, foi lançado a versão furgão (carro que já postamos sua história aqui), que é produzido até hoje, na plataforma do Uno. A perua Fiat Panorama, foi lançada em 1980 e a versão sedã, Fiat Oggi, em 1983. Essas versões tiveram vida curta (apenas até 1986). 10338237_826529204037781_9126395250818445718_nA versão Hatchback do 147 saiu de linha no Brasil em 1986 sendo substituída pelo Uno, embora o Spazio continuasse sendo montado para exportação até 1993, e o ferramental de produção foi em parte transferido para a Argentina, onde foi montado até 1996. As versões pick-up e furgão (Fiorino) foram substituídos pela plataforma do Fiat Uno em 1988.10552534_614455655334126_8887042099884865211_nFoi eleito pela Revista Autoesporte o Carro do Ano de 1978. Na época seu único concorrente era o Volkswagen Fusca que, tinha um desempenho e consumo inferiores. Porém a mecânica sofisticada do 147 na época demandava mais conhecimentos técnicos para sua manutenção, como a troca mais frequente da correia de distribuição (40.000 km), acarretando sua “má fama” devido a inobservância dos proprietários a esses aspectos.

Carro de Saulo Braga, mais fotos em: https://www.facebook.com/meus.fiats.7

Carro de Saulo Braga, mais fotos em: https://www.facebook.com/meus.fiats.7

Seu câmbio foi criticado por apresentar maior dificuldade para encontrar as marchas em suas primeiras versões, problema que foi em parte solucionado pela Fiat a partir dos modelos de 1984.

Voyage los Angeles 1984

Já que o assunto é raridade, vamos lá com mais um belo exemplar, desta vez nós da Equipe Patetas, o modelo escolhido foi o Voyage Los Angeles é uma série especial e muito rara de aproximadamente 3.000 unidades, ano/modelo 1984, lançada pela Volkswagen em homenagem às Olimpíadas ocorridas na cidade de Los Angeles – Estados Unidos.10612960_837082969649071_3872241974562599403_nUma das suas características mais marcantes é tom metálico Azul Enseada, pois este modelo foi comercializado apenas nesta cor, popularmente chamado azul “tampa de panela” (já que eram comum tampas de panelas em alumínio nesse tom). Existem boatos, porém sem nenhuma comprovação, de que a Volkswagen produziu menos unidades que o previsto, devido à reprovação da cor perante o mercado.543160_251318054960433_904749533_nO modelo é movido pelo motor MD270 à álcool de 81cv que já equipava o Voyage desde 1983. Seu câmbio era de 4 marchas, e havia como opcional um câmbio 5 marchas, encontrado em raríssimas unidades.532975_251464261612479_1245772551_nAlém do tom azul, alguns detalhes externos marcavam esse Voyage: rodas de liga leve, faróis de neblina, spoiler dianteiro, um friso vermelho estreito ao longo de toda a lateral, friso preto duplo mais abaixo, e aerofólio.1378029_660929227264447_1293769272_nAlém desses itens, possuía logotipo Los Angeles no para-lamas e tampa do porta-malas, além de um adesivo de 110cm por 5cm de altura marcante na base de seu vidro traseiro.Seu interior era caracterizado por confortáveis bancos Recaro com forração em veludo e volante do Passat TS. O rádio era opcional. Seu porta-malas era totalmente forrado por carpete, coisa raríssima para a época.IMG_20130423_152727

© 2017 Patetas Blog

Theme by Anders NorenUp ↑